Preparação para Concursos – Importância da Felicidade



  

Saiba aqui qual a importância da Alegria na preparação para concursos públicos.

Alegrar-nos-emos nos intervalos passageiros do esmorecimento, sobretudo pelo fato da tristeza ser apenas e tão somente um hiato entre duas felicidades.

Você, neste exato instante, pode pensar: qual a relação disso com concursos públicos? Então, sua mente realizou tal questionamento? Se sim, saiba que o supracitado fragmento textual tem total ligação com a realidade vivenciada no cotidiano dos concurseiros, precipalmente em virtude do psicológico, ou seja, em razão da tranquilidade consciêncial ser um fator de extrema relevância na consecução dos objetivos concursais.

É indispensável absorver todo o ensinamento transmitido pelo excerto em destaque, pois agindo em total conformidade ao ditames por ele explanado, conseguirá encarar sua rotina ardilosa de forma mais branda, impossibilitando que a tristeza, ansiedade e demais sentimentos negativos, prejudiciais e desnecessários inquinem e atrapalhem sua rota para o sucesso. Em sendo assim, é necessário albergar no âmago do pensamento interior que o período transitório de estudo, cumulado com excessivo esforço, tentativas frustradas, abdicações, insegurança é algo efêmero.

Durante o seu caminhar, entretanto, é essencial não condicionar sua felicidade a um evento futuro, tampouco pensar que somente após a concretização de determinado fato terás sua felicidade plena. Isto é, tem que extirpar a ideologia de que somente irá fruir a integralidade da felicidade após a tão sonhada aprovação e passar a enxegar os ínumeros motivos ensejadores da felicidade.





A propósito, faz-se imprescindível lembrar que o porvir pode não sobrevir. Portanto, não adianta conjecturar sobre o que ainda é póstero. Ainda nesse âmbito, deve-se ressaltar que ninguém precisa exclusivamente de algo específico para ser feliz: o que traz a plenitude da felicidade não são os fatos vindouros, mas sim seus comportamentos durante todos os desafios impostos pela vicissitude da existência.

Em sendo assim, só me resta manifestar nossos sinceros votos de confiança: Força, guerreiros. Continuem lutando com bastante afinco, mas NUNCA seja um “escravo do amanhã”. Caso cometa esse equívoco, seu presente sempre será o seu passado. Destarte, seja feliz agora e durante todo seu itinerário.

Alfim, insta recordar que subordinar suas ações aos ditames da excelência e irrepreensibilidade no que tange ao estudo, disciplina e dedicação, é a estratégia apropriada no encalço da conquista buscada, que no nosso caso, é a APROVAÇÃO!

Gabriel GPS



One Comment - Escrever um Comentário

Post Comment