Concurso da Polícia Civil do MS 2017 – Edital em Breve



  

Seleção deverá ofertar 300 vagas para os cargos de delegado, investigador e escrivão.

Alerta para concurso!

O agravamento da crise do setor econômico não atrapalhou a realização de concursos públicos federais. Ao contrário disso, em 2017 haverá novos postos de empregos para aqueles que se interessam em trabalhar servindo à justiça. O concurso permeia o estado do Mato Grosso do Sul.

Então, se o leitor é apenas um dos quase 14 milhões de brasileiros desempregados ou – provavelmente – conhece alguém que está nessa situação, abaixo haverá informações de grande valia.

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul em breve abrirá o edital para cerca de 300 vagas para delegado, investigador e escrivão.

Por hora, ainda não foi divulgado a respeito do valor dos salários, mas a expectativa é grande, uma vez que as remunerações desses cargos geralmente chegam próximas de R$ 15.000, mesmo no início.





Os concurseiros que esperam ansiosamente o edital do processo seletivo da PF-MS, podem ficar em alerta, afinal de contas, falta pouco para que o concurso seja aprovado pelo secretário de segurança do estado. Isto é, a responsabilidade de realizar o exame de seleção vem da parceria entre a Secretaria Estadual de Administração e Desburocratização aliada à Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública ou Sejusp. Junto com a banca organizadora do exame, as instituições trabalham para concluir o edital e divulgá-lo o mais depressa possível.

Até o momento, sabe-se apenas que serão disponibilizadas cerca de 300 novas vagas. Dessas, 50 serão destinadas aos cargos de delegado, outras 100 para a função de investigador e por fim, cerca de 150 vagas para escrivão. Além disso, haverá diferença entre as remunerações, que irão variar de acordo com o nível de estudo. Para as funções de escrivão e investigador, os salários iniciais podem chegar a quase R$ 4.000 e a de delegado, quase R$ 15.000.

Há exigências sobre os participantes que devem ter idade de 21 a 45 anos, além de possuir a formação de nível superior em qualquer área.

Aqueles que quesirem se candidatar às vagas de investigador devem ser habilitados nas categorias B, C ou D.

Somado a tais exigências, aqueles que pleteiam as vagas de delegado devem possuir a conclusão do curso de direito.

Sirlene Montes



Post Comment