PGE-AP – Novo Concurso Público 2018




Organizadora do certame já está definida.

Mais um processo de seleção público está prestes a ser oficializado no nordeste da Região Norte do Brasil. Trata-se do novo certame público para cargos no departamento da Procuradoria Geral do Estado do Amapá, a PGE- AP. Foi divulgada, na segunda-feira passada, dia 23 de abril, a assinatura que oficializa o contrato com a banca que será responsável pela organização deste novo concurso público no órgão em questão.

A instituição determinada pela comissão do certame foi a já conceituada Fundação Carlos Chagas. Deste modo, a demanda por novos cargos nesse setor será apaziguada nas próximas semanas, já que a publicação do novo edital que provê a abertura do período de inscrições está próximo da oficialização.


Este processo de seleção abrangerá um total de 15 postos de trabalho destinados a cargos no setor de procurador do Estado, dos quais cinco serão de imediato preenchimento, permanecendo os demais dez postos para a formação do cadastro reserva de pessoal, para posterior ocupação. Esta é uma das melhores oportunidades abertas aos estudantes de direito, que participam de estágios supervisionados, para tentar conquistar vagas de alta categoria no setor jurídico.

As condições necessárias que garantem a participação neste certame são as seguintes: o candidato deve comprovar a posse de graduação em nível superior na área de direito; possuir a devida inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil, OAB e comprovar no mínimo três anos de atuação e experiência jurídica na instituição. O vencimento base inicial está no valor de, aproximadamente, 15 mil reais.

De acordo com informações angariadas do concurso anterior, destinado ao provimento de cargos no mesmo setor, realizado no ano de 2006, o número de vagas oficialmente ofertadas foi de 20. Naquela ocasião a banca responsável pela organização ficou nas mãos da instituição Cespe/UnB.


Aquele processo seletivo consistiu na realização das provas objetivas; da devida prova discursiva; na análise de caráter oral e na análise de títulos ou diplomas. Em termos de teste objetivo, a prova consistiu em um caderno com 130 questões de múltipla escolha, versando sobre as matérias de língua portuguesa; versando sobre direito administrativo; versando sobre direito ambiental; versando sobre direito civil; versando direito comercial; versando sobre direito constitucional; versando sobre o direito do trabalho e direito processual do trabalho; versando sobre o direito previdenciário; sobre direito processual civil; sobre direito financeiro e direito econômico e sobre a matéria de direito tributário.

Na etapa que consistiu em teste discursivo, foram distribuídos cadernos com duas longas questões de caráter teórico ou versando sobre os casos práticos que necessitam de resolução, além da fase de teste oral que abrangeu uma ou até mais questões versando sobre o tema do direito administrativo; sobre direito civil; sobre o tema de direito constitucional; sobre o tema de direito processual civil e sobre direito tributário.

Para sumarizar as informações mais essenciais, segue abaixo os dados:

O órgão da PGE do Estado do Amapá já assinou o contrato com a banca destinada a organizar o novo concurso, a qual será a Fundação Carlos Chagas; o processo de seleção abrangerá o total de 15 vagas destinadas a cargos no setor de procurador, das quais cinco fecham vagas imediatas e as demais dez formarão o cadastro reserva de pessoas; o pré-requisito exige curso superior completo na área de direito, com comprovada atuação de três anos na instituição OAB e o salário inicial está em torno de 15 mil reais. Vale a pena conferir e manter-se atualizado sobre este novo concurso próximo de sua consecução.

Paulo Henrique dos Santos

Post Comment