Escolha da Organizadora do Concurso SAAE Guarulhos 2018

  

  

Oportunidades são para profissionais de nível superior.

A banca organizadora para o concurso da SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) foi definida. Para esse certamente, quem estará responsável pela realização das questões, correções e cronograma do concurso será a tradicional Fundação Vunesp.

Agora, resta protocolar as assinaturas da fundação e do órgão para que o cronograma com as datas específicas, conteúdo programático e edital saiam.


De antemão, já está definido que serão ofertadas vagas de nível superior em áreas específicas, todas para cidade de Guarulhos.

Áreas contempladas para o concurso do SAAE, nível Superior

Os responsáveis pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos já haviam definido que haverá vagas para pelo menos três vagas de formação superior específica. Serão elas, subprocurador, advogado e engenheiro.

Como o edital ainda não saiu, a remuneração base as informações específicas sobre cada atuação ainda não saíram. No caso da SAAE, espera-se uma concorrência mais regional no concurso, visto que tradicionalmente concursos das companhias de tratamento e água e esgoto não atraem concurseiros de todo o país, como é o caso dos processos nas áreas da polícia.

  

Espera-se que todas as vagas sejam de atuação in loco, na cidade de Guarulhos em São Paulo. Posterior a saída do edital, é provável que os candidatos tenham até 4 meses para se preparar para prova.

Serviço Autônomo de Água e Esgoto em Guarulhos

Em Guarulhos, o SAAE corresponde a 13% da produção de água potável. Os outros 87% são comprados da SABESP.

O SAAE conta com os subsistemas de tratamento São João, Bonsucesso e Várzea do Palácio. Esses, atualmente, possuem capacidade para produção de mais de 17% da água potável em Guarulhos, no entanto, pela falta de efetivo, as Estações de Tratamento estão sendo subutilizadas, correspondendo somente aos 13% da produção.

Ficar atento, SAAE Concurso Público em Breve

Os interessados nesse concurso público devem ficar atentos para saída do edital, que deverá ocorrer em breve. Uma dica importante para quem já quer sair na frente dos concorrentes com os estudos e pegar editais anteriores e fazer provas antigas.

Como os concursos para órgãos de tratamento de água não são considerados áreas fins dos concurseiros, podem surgir oportunidades interessantes com excelente remuneração e condições de trabalho. Muitas vezes, considerar o estudo específico para esses concursos menos “populares” é uma alternativa inteligente e assertiva, visto que a competição é um pouco menor e menos qualificada, dado que poucas pessoas se preparam especificamente para essas áreas.

Dicas de Estudo para Concurseiros, SAAE 2018, edital em breve.

A regra básica para qualquer concurso público é antes de mais nada conhecer o edital. Por isso, a importância de já ir se habituando com os editais anteriores, dado que em raríssimas ocasiões alterações grandes são feitas.

Outro ponto importantíssimo é ter uma estratégia clara e definida de estudos. Ter um horário diário para se dedicar somente aos livros e exercícios, anotar metas de estudo e determinar por horas diárias a dedicação.

A revisão é um dos pontos mais importantes para aprovação em qualquer concurso público. Muitos concurseiros acabam por esquecer dessa etapa do estudo, que é justamente aquela que fixa o conteúdo. Segundo o psicólogo Alemão Hermnan Ebbinghuas, a revisão sistemática e organizada pode aumentar a eficiência da sua memória em até 46x.

Além das revisões sistemáticas, vale considerar aprender o uso de mapas mentais do Tony Buzan. A utilização de mapas mentais mantém organizado e acessível todo conteúdo que já foi vencido. E, caso haja esquecimentos, é possível relembrar os estudos de maneira ágil e eficiente.

Outra estratégia de estudos bastante utilizada são os flash cards. Cartões em que de um lado você anota palavras-chaves e do outro lado as explicações mais específicas do conteúdo.

A ideia é andar com esses cartões em mãos e frequentemente testar se houve retenção real daquilo que foi estudado.

Caso nenhuma dessas estratégias seja conhecida, vale à pena pensar no investimento em um curso específico de “Como Estudar”.

Ass: Matheus Griebeler

Post Comment