Novo Concurso para Oficiais e Técnicos do TJ-MG 2018

Seleção deverá ocorrer ainda neste segundo semestre.

O TJ/MG – Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais deverá divulgar em breve o edital para seu mais novo concurso, que deve acontecer no segundo semestre desse ano, oferecendo vagas para os cargos de Técnico Judiciário e também para Oficial, em primeira instância. Os candidatos devem ter níveis médio ou superior para se inscrever.

O processo do certame já está em processo de licitação, para que possa ficar definido qual será a banca organizadora e isto deverá ser decidido nas próximas semanas. Tem muita gente interessada neste concurso e muitos até já estão se preparando, tendo como base o último concurso realizado, pois sabem que a concorrência será grande e as remunerações iniciais são bem interessantes, sendo de R$ 2.683,58 para os cargos de Oficiais e de R$ 4.202,59 para os Técnicos.

Ainda não foi informado o número total de vagas que serão oferecidas, mas o certo é que além das vagas para contratação imediata, também terão aquelas que serão destinadas à formação de cadastro de reserva. O cargo de oficial judiciário exige do candidato o ensino médio completo para que possa fazer sua inscrição e as oportunidades são na área de Oficial de Justiça Avaliador. No caso dos Técnicos, as vagas são para as áreas de Psicólogo Judicial e Assistente Social Judicial, sendo que para ambos é preciso provar que tem formação na área de interesse.

Apesar dos interessados poderem ir se preparando desde agora, tendo como base o último concurso realizado, assim que o edital for publicado é preciso lê-lo atentamente para saber quais são os requisitos exigidos.

O que já ficou definido, antes mesmo do edital ser publicado, é o valor das taxas de inscrição, que são as seguintes: cargo de oficial a taxa de inscrição é de R$ 70,00 e para técnicos é de R$ 90,00.



Outro ponto que já ficou definido também é em relação à aplicação das provas para este concurso, sendo que para ambos os cargos oferecidos, a prova será objetiva, tendo 60 questões, divididas da seguinte forma:

  • Vagas de oficial: 20 questões de língua portuguesa, 5 sobre noções de informática, 15 de direito e 20 questões sobre conhecimentos gerais.
  • Vagas de técnico: são 15 vagas de língua portuguesa, 5 sobre informática, 15 questões de noções de direito e outras 25 a respeito de conhecimentos específicos.

Também será aplicada uma redação e ela será para ambos os cargos. A duração da prova será de 4h30, sendo aplicada nas seguintes cidades: Diamantina, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Governador Valadares, Uberlândia, Montes Claros e também em Varginha, no sul de Minas Gerais. Espera-se mais de 5 mil inscritos e é justamente esta expectativa que tem feito com que muitos interessados a uma das vagas comece a se preparar desde agora.

Outro fator importante para os candidatos é saber quais são as atribuições para cada um dos cargos. No caso do Técnico Judiciário, especialista em Assistente Social Judicial, ele deverá ficar responsável por estudos sociais, laudos, relatórios e vários outros documentos que estão relacionados à sua área de atuação, além de substituir a chefia sempre que se fizer necessário, participar de comissões, viajar pelo interior do estado quando se fizer preciso, entre outras atividades.

Para o cargo de nível médio, Oficial de Justiça Avaliador, este deverá fazer notificações, intimidações, citações, lavrar termos e certidões respectivas, dar todo suporte necessário às audiências quando for preciso, participar de grupos de trabalho, realizar hasta pública no caso de não ter leiloeiro público, entre outros.

A dica é ficar atento ao edital e assim que este for publicado, conferir atentamente as vagas abertas, as exigências para se inscrever e quais são as funções específicas de cada setor. A dica é ficar atento ao edital e assim que este for publicado, conferir atentamente as vagas abertas, as exigências para se inscrever e quais são as funções específicas de cada setor.

Por Russel



Post Comment