Previsão do Novo Concurso da SEGER-ES 2018

Vagas para Assistente e Analista.

No dia 26 de junho de 2018, Paulo Hartung, governador do Espírito Santo, autorizou a realização do novo concurso público que visa ao preenchimento de postos de trabalho na Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger/ES).

Sobre as vagas

Serão ofertadas um total de 125 vagas, sendo que dessas 125 vagas, 90 serão destinadas ao cargo de Assistente de Gestão e 35 serão para atuação no cargo de Analista do Executivo.

Vagas de Nível Médio

Os interessados em concorrer à uma das vagas para a função de Assistente de Gestão, devem ter o ensino médio completo. Os aprovados no processo de seleção para essa função, vão contar com um salário inicial de R$ 1.825,82 e com um auxílio-alimentação no valor de R$ 300,00.

Funções Atribuídas ao cargo de Assistente de Gestão

Essa função foi criada pela lei complementar 677, em 2013. Os aprovados nesse cargo terão que cumprir uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Será função do Assistente realizar o acompanhamento, o controle e a execução de atividades de nível intermediário, referentes as funções administrativas de recursos humanos, orçamentários e financeiros, materiais e patrimoniais e de desenvolvimento organizacional e suporte administrativo; também será sua função prestar auxilio a chefia em assuntos relacionados a sua função; realizar tarefas que envolvam levantamento de dados; prestar auxilio na emissão de relatórios técnicos e informações; realizar a elaboração e conferencia de diversos cálculos; efetuar a elaboração, revisão, reprodução, expedição e o arquivamento de documentos e correspondências; realizar tarefas que exijam conhecimentos em informática; entre demais atividades correlatas.

Vagas de Nível Superior



Já dos candidatos que forem concorrer às vagas para o cargo de Analista do Executivo, será exigido o Ensino Superior completo nos seguintes cursos: administração, ciências contábeis, direito e economia. Nesse caso, os aprovados no processo seletivo vão receber um salário inicial no valor de R$ 4.443,60. Além da remuneração, contarão com auxílio-alimentação no valor de R$ 300,00.

Funções Atribuídas ao cargo de Analista do Executivo

Os aprovados no cargo de Analista do Executivo também terão uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Essa função foi criada pela lei complementar 633, de 2012.

As atividades que o Analista deve desempenhar são: Planejamento, coordenação e supervisão de atividades relacionadas ao cargo; elaboração, estudos e pesquisas em sua área de atuação; elaboração de relatórios, compilação de informações e elaboração de pareceres nos assuntos referentes a sua função; realizar pesquisas de dados e efetuar estudos comparativos, manter um banco de dados referente ao seu setor de trabalho; fazer a análise de atos e de fatos técnicos e administrativos, entregando soluções e alternativas; fazer a análise, o diagnóstico e avaliação de programas, projetos e ações; manter o material informativo de natureza técnica e administrativa atualizado; executar tarefas técnicas e administrativas relacionadas com a sua formação e compatíveis com sua área de atuação; entre outras atividades referentes ao cargo.

Próximos passos para o Concurso

Após a autorização do concurso a próxima etapa será definir a comissão organizadora, responsável por contratar a empresa que fará a aplicação das provas. Somente depois de definir a comissão e a empresa que aplicará a prova, a data de publicação do edital de abertura será definida, sendo que expectativa é de que a divulgação do edital ocorra até meados do segundo semestre.

Objetivos do Processo Seletivo

Segundo Paulo Hartung, o governador do Estado do Espírito Santo, esse processo de seleção tem como objetivo reforçar áreas estratégicas do poder Executivo Estadual. Ele diz que as contratações serão recomposições importantes, para que o estado melhore sua capacidade de entregar respostas aos cidadãos e que os concursos vão permitir com que áreas estratégicas do governo sejam reforçadas.

Esse concurso será o primeiro realizado pelo governo, com a intenção de selecionar profissionais para o cargo de Assistente de Gestão. De acordo com Dayse Lemos, a secretária da Seger/ES, tanto o cargo de Assistente como o de Analista são carreiras transversais gerenciadas pelo órgão. Dayse Lemos diz que essas funções podem ser alocadas nas diferentes secretarias, colaborando administrativamente com os órgãos do poder Executivo.

Rosângela Rodrigues



Post Comment