Organizadora do Concurso PM-SP 2018 em Seleção




Banca que organizará novo concurso da Polícia Militar em São Paulo é definida.

Com uma publicação no edital para seu novo concurso público da Polícia Militar em São Paulo, a PM de São Paulo, para o cargo de efetivo soldado, cresce grande expectativa sua liberação em edital publicado no Diário Oficial, desta vez ele será para preencher 270 cargos vagos para ser aluno oficial, em sua Academia de Polícia Militar de Barro Branco, autorizadas pelo governador o senhor Márcio França ainda no dia 9 do mês de junho. Conforme algumas informações que foram obtidas através do próprio departamento do recrutamento seleção de seu próprio órgão, essa liberação poderá ocorrer logo após essa assinatura de um novo contrato com sua banca organizadora desse concurso, que já foi escolhida e será a própria das outras vezes a Fundação Vunesp, que foi confirmada pela sua publicação no diário oficial desse dia 14 no mesmo mês em junho. Com isto, a sua tendência é essa seleção tenha início já para as próximas semanas.

Essa carreira está destinada a todos candidatos de ambos sexos, assim para estar concorrendo é necessário possuir apenas ensino médio completo, e que tenha possua a idade mínima de 17 anos e a máxima de 30 anos exceto em caso de já ser servidor em alguma corporação e contar com uma altura mínima de até 1,60m sendo homens e 1,55m para as mulheres. E sua idade só poderá ser considerada dentro do prazo de sua própria inscrição no concurso.


Todos os aprovados já irão ingressar para o curso de oficiais que contará com a remuneração base inicial no valor de R$ 3.095,88, incluso o salário que é em um valor aproximadamente de R$ 2.404,24 além do seu adicional em insalubridade no valor de R$ 691,64, e possuindo uma jornada em 40 horas semanais.

Além disso, no tempo que tiver cursando seu curso de aluno para oficial, todos participantes contarão com três reajustes no total, indo de seu valor inicial base para R$ 3.328,54, na primeira mudança salarial depois para o valor de R$ 3.648,38 na segunda e por fim para o valor de R$ 3.938,12, na terceira mudança, já considerando o adicional da insalubridade.

Cabe a competência do oficial toda a gestão e também comandar as pessoas na análise e administração de todos os processos, sendo por intermédio direto na utilização de nos conhecimentos em cada busca das soluções para variados problemas que possam ser pertinentes a diversas atividades que podem ser jurídicas ou administrativas de preservação da ordem pública ou até mesmo de polícia ostensiva, na conformidade de toda nossa filosofia na polícia comunitária e nos direitos humanos, além de outras definidas pela lei, pelo intermédio de uma conclusão com o aproveitamento em bacharelado nas ciências policiais e na segurança de ordem pública, sendo assim destinado a formar, com toda solidez teórica e em prática, cada um dos profissionais que serão ocupante do posto inicial a ser disputado como um oficial.


Na última seleção realizada para o cargo ocorreu ainda no ano 2017, e na ocasião foram disponibilizadas umas cerca de 221 vagas. E a sua banca realizadora foi a mesma de agora a Fundação Vunesp e essa seleção contou com uma totalidade de provas objetivas, a prova dissertativa, os exames para aptidão física, todos os exames de saúde, todos os exames psicológicos e também uma avaliação em toda sua conduta social, além da reputação e toda sua idoneidade, além da profunda análise em todos os seus documentos.

Será muito importante para aqueles que procuram ingressar nessa brilhante carreira buscar em provas realizadas anteriormente o conteúdo para se preparar. Estude da melhor maneira possível esse conteúdo para poder enfim conquistar uma dessas vagas.

Com toda certeza aqueles que estiverem levando essa preparação a sério irão conseguir uma dessas vagas.

Boa sorte!

Ricardo Ferreira Rodrigues

Post Comment