Previsão do Concurso Público da SEE-SP 2018




Certame deverá contar com 167 vagas.

O segundo semestre de 2018 está sendo um período de abertura de novos concursos e da preparação de outros. Entre os processos seletivos em fase de estruturação está o lançamento, ainda para este mês de setembro, do edital para novo concurso da Secretaria Estadual de Educação, a SEE, do Estado de São Paulo, cuja meta está no preenchimento de um número de 167 postos de trabalho destinados à carreira de oficial administrativo no quadro de servidores do órgão.

De acordo com o que foi anunciado pelo governo do Estado, no dia três de julho, existe previsão para a divulgação oficial deste novo certame. Dada esta informação, no decorrer das próximas semanas será determinada a banca responsável pela organização do concurso.


É muito importante recordar que, de acordo com última publicação no Diário Oficial, em sua edição de 31 de julho, a comissão especial, que será responsável pela gerência deste concurso da SEE-SP para oficial administrativo, já está formada. A equipe reúne os seguintes servidores do Estado: funcionária Lígia Barros Costa; Camila de Azevedo; funcionário Nélio Campos Mamede Pires; Leda de Paiva e a funcionária Viviane Sabrina Lambert de Souza Lima.

O requisito básico para poder concorrer ao cargo de oficial será o diploma de ensino médio, conferido em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, o MEC. O valor da remuneração inicial corresponde a 1.339,29 reais, sem contar o caso do prêmio conferido por desempenho individual, PDI, no valor de 50%, ou de 1.535,94 reais, com o PDI em 100%.

O histórico do concurso anterior para cargos na SEE-SP, cujo edital saiu em 2011, destinado à carreira de oficial administrativo, registra um número de 1.203 oportunidades de vagas voltadas para a função de oficial, as quais começaram a ser distribuídas entre as diversas unidades centrais e regionais do mesmo órgão.


Aquele evento estava sob a organização da Fundação Vunesp. O mesmo processo de seleção consistiu em uma prova objetiva que constituiu um caderno com 80 questões em múltipla escolha, sendo que eram cinco alternativas em cada tópico. Todas as perguntas versaram sobre matéria da língua portuguesa; em matemática; em conhecimentos de informática e em conhecimentos específicos.

Todos os concorrentes selecionados, nomeados e convocados foram lotados nas seguintes cidades do Estado de São Paulo:

Na própria Capital e em Guarulhos; em Campinas; em Caieiras; em Carapicuíba; em Diadema; em Itapecerica da Serra; em Itapevi; em Itaquaquecetuba; em Mauá; em Mogi das Cruzes; em Osasco; em Santo André; em São Bernardo do Campo; em Suzano; em Taboão da Serra; em Adamantina; em Americana; em Andradina; em Apiaí; em Araçatuba; em Araraquara; em Assis; em Avaré; em Barretos; em Bauru; em Birigui; em Botucatu; em Bragança Paulista; em Capivari; em Caraguatatuba; em Catanduva; em Fernandópolis; em Franca; em Guaratinguetá; em Itapetininga; em Itapeva; em Itararé; em Itu; em Jaboticabal; em Jacareí; em Jales; em Jaú; em José Bonifácio; em Jundiaí; em Limeira; em Lins; em Marilia; em Miracatu; em Mirante de Paranapanema; em Mogi Mirim; em Ourinhos; em Penápolis; em Pindamonhangaba; em Piracicaba; em Piraju; em Pirassununga; em Presidente Prudente; em Registro; em Ribeirão Preto; em Santo Anastácio; em Santos; em São Carlos; em São João da Boa Vista; em São Joaquim da Barra; em São José do Rio Preto; em São José dos Campos; em São Roque; em São Vicente; em Sertãozinho; em Sorocaba; em Sumaré; em Taquaritinga; em Taubaté; em Tupã; em Votorantim e em Votuporanga.

Este será um dos mais importantes concursos realizados neste ano. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Post Comment