Novo Concurso Público TJ-AM 2019 – Previsão de Edital




Comissão Organizadora ainda está definindo o número de vagas.

Nova oportunidade de cargos efetivos por meio de concurso público está prestes a ser aberta no próximo ano.

Trata-se do processo seletivo a ser promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas, o TJ-AM. O projeto de novo certame pretende ser divulgado no início do ano de 2019, com a publicação de um edital de abertura de inscrições para o próximo concurso público. A banca responsável pela organização já está determinada e, neste caso, estará nas mãos do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul, o Ieses. Mesmo assim, conforme os dados angariados junto ao mesmo órgão, não há tempo hábil para que seja possível liberar este documento até o mês de dezembro próximo.


Desde o mês de julho a comissão está integralmente constituída. O grupo está trabalhando para efetivar a definição das ofertas de postos de trabalho a serem disponibilizados, embora ainda não divulgados. Este certame foi anunciado por meio da presidência do órgão, no dia 4 de julho, ao longo de uma solenidade de posse em cargo. Apesar de a oferta de vagas não estar definida até o momento, o que ficou acertado é que nesta seleção serão disponibilizadas oportunidades para pessoas que possuam nível fundamental, nível médio e superior de escolaridade, destinados ao preenchimento imediato e para a formação de cadastro reserva de pessoas.

O processo de estruturação deste concurso deverá ser concluído muito em breve, e os demais detalhes também serão divulgados, tais como o número de cargos vagos para concorrentes com nível médio e superior de formação, a serem providos por este concurso na capital Manaus; os cargos para concorrentes com nível fundamental e nível médio, destinados às comarcas do interior.

A mesma comissão deverá avaliar as necessárias disponibilidades orçamentárias que vão permitir a realização deste processo seletivo, assim como o apontamento das demais atividades de cada cargo aberto, para que seja elaborado um projeto básico de organização desta seleção.


De acordo com a coordenação administrativa da Comissão, entre as primeiras medidas adotadas pela mesma comissão, está o levantamento das principais resoluções e das leis que devem normatizar o provimento dos cargos no órgão Tribunal de Justiça.

Deste modo, será possível adquirir uma noção mais exata do número de postos que deverão ser disponibilizados para o próximo certame. Entretanto, é muito importante fazer ressaltar que serão vagas destinadas para todo o Estado do Amazonas, junto do cadastro reserva de pessoas.

Depois da primeira reunião da comissão, perpetrada em uma agenda de encontros semanais, que visam dar andamento às medidas administrativas para a realização do novo concurso, os responsáveis pelo processo deixaram claro que antes de 2019 mais informações serão divulgadas, para orientar os futuros candidatos.

Desde o dia da posse na comissão, o presidente do órgão reiterou que bem antes do lançamento oficial do edital, será seguido rigorosamente todo o rito da lei e das consultas ao Executivo com relação à possibilidade de futuras alterações na Lei de Diretrizes orçamentárias, ou LDO, no sentido de garantir um incremento significativo orçamentário para a promoção deste certame público e a conseguinte nomeação de todos os aprovados nele.

O histórico registrado no último Concurso diz o seguinte:

Foi realizada no ano de 2015, constituindo evento em que foram disponibilizadas 51 vagas ao cargo de notário de cartórios, função que exigia formação em nível superior na área de Direito.

Em período anterior, ano de 2013, o mesmo órgão promoveu um certame destinado ao preenchimento de 300 postos, em cargos variados, distribuídos para todos os níveis de escolaridade, junto da formação do cadastro reserva de pessoas. A função de banca organizadora, naquela ocasião, ficou nas mãos da Fundação Getúlio Vargas, FGV.

Paulo Henrique dos Santos

Post Comment