A busca por um treinador continua, com Mendeleev e Tudor também na mistura

A gente do Olympiakos conheceu Pascal Johnson, mas o holandês não é o único a considerar um treinador. E José Luis Mendibar e Igor Tudor.

O Olympiakos entrou em busca de um novo treinador, tendo realizado reunião da equipe com Pascal Johnson e seus representantes na noite de quarta-feira (02/08). No entanto, o técnico holandês não foi o único caso considerado pelos Rouge et Blanc.

Há – pelo menos – dois nomes no quadro de gestores do PAE.

Mendiliber e Tudor

Por causa deles José Luis Mendibar E Igor Tudor. O primeiro tem 62 anos e treinou o Sevilla até outubro passado, assumindo no final da temporada passada, levando o clube espanhol à Liga Europa. Na verdade, ele foi “G. Karaiskakis” como treinador do Sevilla na final da Supertaça em agosto passado.

É um dos técnicos espanhóis mais experientes e com grande presença nos relvados da principal equipa da La Liga, o Eibar, onde ocupou o banco de 2015 a 2021. Além do Eibar, esteve no banco de Bilbao, Osasuna, Levante, Real Valladolid e Alavés.

Quanto a Tudor, é um treinador que conhece bem a realidade grega, tendo estado no banco do PAOK durante a temporada 2015-16.

Sua carreira deu uma guinada ascendente depois de assumir a liderança técnica do Galatasaray, Udinese, Hajduk Split, Hellas Verona e times como Galatasaray, Udinese, Hajduk Split e Hellas Verona, onde esteve no banco pela última vez durante a temporada 2022-23. .

Treinador com personalidade

De forma mais geral, o Olympiakos procura um treinador com peso especial, que se possa impor no balneário e colocar a equipa novamente no caminho das vitórias. Ambos, em particular, têm currículo para apoiar tal projeto, ao contrário de Johnson, que só passou por Alkmaar.

READ  Transferências Olímpicas: Fechar Gabriel Pereira por Gilles Vithente (vid)

Por outro lado, é claro, os prazos são apertados e os compromissos concorrentes são executados. O Olympiakos treina na quinta-feira de manhã, a equipa sai na sexta e no sábado defronta o OFI em Faliro.

Carvalhal esteve quarta-feira no Rendis e deu continuidade à preparação da equipa antes do jogo com o Gretchen. Ele fará o mesmo na manhã de quinta-feira.

Mas, ao mesmo tempo, percebe agora que os factos são muito diferentes agora que o seu compatriota Pedro Alves já foi demitido do cargo de diretor desportivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *