Jovedic está em uma liga própria

Mendeleev consegue cada vez mais coisas com o “homem-aranha” dos “vermelhos e brancos” que utilizou nas posições de centroavante, “dez” e extremo esquerdo.

Stefan Jovedic deixou a sua marca nos jogos do Olympiakos nas últimas semanas. O “Homem-Aranha” dos “vermelhos e brancos” é um catalisador no jogo da equipa do Pireu, e nesta “truque” José Luís embranquece o mandeliber, o experiente ás da liberdade dirige a mudança que criou. Centro avante.

O avançado montenegrino tem feito a diferença no Olympiakos nos últimos tempos pela sua qualidade, inteligência, experiência, técnica, paixão e eficiência, sendo um dos jogadores de futebol com melhor desempenho.

O ex-craque do Manchester City, Fiorentina, Inter de Milão, Sevilla, Monaco, Partizan e Hertha está novamente gostando do futebol – depois de um período difícil sob o comando de Carvalhal – e isso se reflete em campo pelas suas atuações.

O avançado de 34 anos tem sido o destaque do Olympiakos nos últimos dois jogos frente ao Aries e ao Lamia e esteve envolvido em quatro dos oito golos da equipa do Pireu.

O treinador basco tem utilizado Jovetic em diversas funções, desde ponta-de-lança e avançado periférico até extremo-esquerdo e “dez”, atuando próximo dos dois médios centrais. Porém, a posição onde o jogador experiente atua melhor é atrás do centroavante.

Como Jovetic seguiu em frente

O treinador espanhol quer que o montenegrino jogue um pouco mais na defesa, mais próximo dos dois médios Eze e Siquinhos, ou por vezes Horta, pois acredita que pode oferecer mais ao Olympiakos.

Desde o primeiro momento em que assumiu a liderança técnica dos “vermelhos e brancos”, Medilibar voltou a activar o Jovetic, utilizando-o por um quarto nos dois jogos frente ao Ferencvaros e ao Asteras Tripoli, e depois jogando-o durante mais de meia hora. Nos jogos contra o Panaitolikos, Volos e na revanche da copa com o Panathinaikos.

READ  Platha na porta de saída

Ao mesmo tempo, jogou os 82' contra o Aries e os 90 minutos contra o Lamia nas partidas do playoff disputadas nos quartos de jogo no clássico com Panathinaikos e AEK.

Nos últimos dois jogos contra o Áries, Jovetic deu assistência ao gol de Pontens, e com Lamia marcou, ganhou pênalti e se envolveu no terceiro gol. Em ambas as partidas, o experiente futebolista jogou atrás de El Gabi e marcou um gol ou uma assistência, com Prosinetski o utilizando em função semelhante à que desempenhou na seleção de seu país nos últimos oito jogos.

Também durante este período, Jovedic atuou como atacante-chave durante a gestão de Diego Martínez contra o West Ham, em Londres, quando atuou nos jogos da temporada regular do campeonato contra OFI, Panaitolikos e Lamia. (última durante Karwalhal).

Também como ponta-esquerda, foi utilizado no último quarto da partida em casa contra o Maccabi Tel Aviv e nos últimos vinte minutos da prorrogação na partida de volta contra Israel, na Sérvia.

Isto é o que ele fez contra Lamia

Jovedic voltou ao time titular do Olympiakos na partida contra o Ary quase três meses depois, na qual fez uma assistência, cinco tentativas finais, seis recuperações, dois dribles, 57 ações com bola, 29/43 passes que incluíram 15/ 27 infrações e 21/35 por cima do travessão.

Quanto ao jogo frente ao Lamia, o experiente avançado teve um golo, um penálti ganho, participação no terceiro golo, dois remates à baliza, 61 contactos com a bola, 32/41 passes acertados, cinco passes “chave”, 3/3 passes longos bem sucedidos, cinco duelos vencidos e um tackle.

Tudo isto vindo de um jogador que tem 34 dos 35 e leva a melhor sobre o Real Madrid em todos os jogos, seja como titular ou jogue dez minutos, partidas ou meia hora. Com efeito, o desempenho de Jovetic e a sua presença na rotação do treinador basco colocaram em questão se deverá renovar a colaboração com o jogador do Olympiacos na próxima temporada.

READ  Bruxa: Adoração às Náuseas - Spelios Encontra Tesouro e Pânico no Twitter

Tanto a gestão como Mediliber e Jovedic abrirão as suas cartas no final da temporada. Agora, são importantes dois jogos com o Fenerbahçe e uma última tentativa de campeonato.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *